Pedro Madeira Rodrigues: «Sporting não pode continuar a seguir este caminho»

0

Após oficializar a demissão do cargo de secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria, Pedro Madeira Rodrigues assume, em declarações exclusivas a Record, que será candidato à presidência do Sporting nas eleições agendadas para março de 2017.

“Decidi ser candidato à presidência do Sporting. O clube não pode continuar a seguir este caminho”, começou por dizer o candidato, de 45 anos, completando: “O Sporting onde cresci – e no qual aprendi a ter uma obsessão com a vitória e uma cultura de exigência – tem de ambicionar mais e melhor. O Sporting não pode continuar a ser um clube adiado.”

Nas eleições do próximo ano, Pedro Madeira Rodrigues irá enfrentar, pelo menos, o atual presidente dos leões, Bruno de Carvalho. No entanto, na opinião do empresário, o tempo de BdC em Alvalade está “esgotado”.

“Vou lutar pelo apoio dos sócios com todas as minhas forças e estou a rodear-me de grandes sportinguistas para apresentar um projeto vencedor, alternativo ao da atual direção. Bruno de Carvalho prestou, num determinado momento, um importante serviço ao clube, mas já é evidente que o seu projeto está esgotado. Sei que há uma larga maioria de sportinguistas que não se revê neste estilo de liderança”, atirou Pedro Madeira Rodrigues, ironizando depois com a forma como o atual presidente do Sporting ‘gere’ a sua forma de liderança: “O Sporting não precisa de voltas olímpicas, mas precisa de levar uma grande volta para voltar a vencer. Garanto elevação e respeito nesta campanha e, apesar de alguns sinais negativos que registei, também espero elevação e respeito da outra candidatura.”

Apresentação na terça-feira

Refira-se que Pedro Madeira Rodrigues irá apresentar a sua candidatura à presidência do Sporting na terça-feira (27 de dezembro), às 18 horas, no Hotel Radisson Blu, em Lisboa. “Quero um Sporting ‘sempre na frente’”, concluiu o assumido candidato.

Share.