Hooligan Russo explica porquê que atacaram os ingleses

0

Marselha foi palco de violentos confrontos entre adeptos russos e ingleses nos passados três dias. A barbárie chegou a tal ponto que um adepto inglês continua entre a vida e a morte depois de ter sido atingido na cabeça com barras de ferro.

A agência noticiosa France Press chegou à fala com um dos muitos holligans russos que têm perpetrado a onda de violência, num retrato de todo inesperado.

Vladimir é natural de Moscovo, tem 30 anos, esposa e duas filhas. Na sua cidade-natal, este cidadão é responsável pelo departamento de relações públicas de uma empresa, mas, em Marselha, transfigurou-se.

“Os ingleses sempre disseram que são os únicos hooligans. Nós viemos para demonstrar que os ingleses são umas meninas”, começou por dizer, passando para o relato da sua participação nos conflitos.

“Vi as principais lutas e, em certo ponto, participei nelas. Lutei contra homens tatuados de 40 a 50 anos. Viemos para isso. No dia do jogo, todos os russos apanharam o avião, chegaram cerca de 150 homens”, revela.

Vladimir conta, ainda, como os hooligans russos lutam “com honra”: “Nunca usamos armas improvisadas, apenas os punhos”, diz, enquanto que “os ingleses usam cadeiras e garrafas”.

“Fazemos isso pelo desporto, perder contra eles é perder a nossa honra”, remata.

Share.
21